Hábitos de vida: frutas e legumes para um envelhecer saudável

Hábitos de vida: frutas e legumes para um envelhecer saudável

Recomendações de saúde, frutas e legumes, devem ser aplicadas no dia a dia.


Hoje trago para vocês este texto com continuação sobre hábitos de vida. Neste texto falaremos sobre a alimentação, especialmente sobre o hábito de se consumir frutas e legumes diariamente. Trata-se de mais um texto sobre promoção de saúde para um envelhecimento saudável.

Quando falamos sobre alimentação observamos que a grande maioria da população tem conhecimentos gerais, como comer menos gordura e alimentos fritos, menos produtos industrializados e doces com açúcar refinado, e comer mais legumes e frutas. Hoje abordaremos recomendações de saúde que devem ser aplicadas no dia a dia, mas que nem toda população conhece.

Qual a quantidade que devemos comer?

A recomendação é a ingesta de 5 porções de frutas e verduras ao dia. A combinação mais eficaz são duas porções de frutas mais três porções de vegetais por dia, totalizando cinco porções diárias. A dificuldade para seguir a recomendação é que em geral é que não sabemos o que significa uma porção, então vamos definir de forma geral o que significa uma porção de fruta.

1) De forma prática, uma porção de fruta fresca é aquela que cabe na palma da mão de um adulto.

2) No caso de frutas frescas de tamanho pequeno, uma porção consiste em duas ou mais frutas pequenas. Por exemplo, duas ameixas, dois kiwis, três damascos, seis lichias, sete morangos ou 14 cerejas.

3) Fruta fresca de tamanho médio, uma porção é um pedaço de fruta, como uma maçã, banana, pera ou laranja.

4) Fruta fresca grande, uma porção é uma fatia de mamão, uma fatia de melão (fatia de 5cm), uma fatia grande de abacaxi ou duas fatias de manga (fatias de 5cm).

5) Fruta seca, uma porção de frutas secas gira em torno de 30g. Trata-se de uma colher de sopa cheia de passas, groselhas, uma colher de sopa de frutas mistas, dois figos, três ameixas secas ou um punhado de lascas de banana secas.

Recebe as últimas notícias!

Não perca nenhuma notícia, receba cada matéria diretamente no seu e-mail!

O consumo de mais de 5 porções não é proibido nem pode causar grandes problemas de saúde, porém não foi demonstrado nos estudos científicos que consumir além desta quantidade tenha mais benefícios.

O diabético pode comer frutas?

Essa é uma pergunta frequente, pois a fruta também contém açúcar. Ao diabético a recomendação permanece a mesma que para os indivíduos sem a condição, cinco porções ao dia com a combinação de duas porções de frutas mais três porções de vegetais por dia.

Cuidado com sucos de frutas e smoothies. Mesmo sucos e smoothies sem adição de açúcar refinado e realizados com frutas naturais são algo que, idealmente, precisam ser evitados ou pelo menos reduzidos. Isto acontece porque os sucos de fruta e os smoothies têm a maior parte dos alimentos grosseiros removidos ou já decompostos, por isso é muito fácil beber grandes quantidades num curto espaço de tempo e, em última análise, isto significa calorias e carboidratos adicionais. 

Eles têm menos fibras intactas, portanto, não são tão benéficos para o corpo em comparação com as frutas inteiras. Das 5 porções de frutas e vegetais que citamos, apenas uma das cinco porções pode ser consumida como suco ou smoothie e não é recomendado ingesta acima de 150 ml ao dia.

Para organizar sua alimentação mais saudável é vital o trabalho conjunto de todos os profissionais da saúde, com foco na equipe de nutrição.

Fontes:
https://www.diabetes.org.uk/guide-to-diabetes/enjoy-food/eating-with-diabetes/food-groups/fruit-and-
https://www.medscape.com/viewarticle/952843?gad_source=1&gclid=CjwKCAiArfauBhApEiwAeoB7qC-hpMHyoXWw1cQk1Zm5aYq5GYVnXbwGeHTV39kv-tD1flGnOE7XABoC-T0QAvD_BwE&form=fpf
https://www.nhs.uk/live-well/eat-well/5-a-day/portion-sizes/

Foto de Vanessa Loring/pexels


Davi Wei Ming Wang

Médico pela Universidade Federal de São Paulo. Residência em Clínica Médica na (Unifesp/EPM). Programa de Residência Médica, Pós na Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP): Programa de Residência em Geriatria, junto ao Departamento de Clínica Médica. Médico voluntário do Proter (Programa Terceira Idade do Departamento de Psiquiatria da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo). Médico assistente nos hospitais: Hospital Israelita Albert Einstein/ Hospital Sírio Libanês/ Associação Beneficente Síria - Hospital do Coração (HCOR). Atua com os seguintes temas: Promoção de saúde e envelhecimento saudável; Tratamento de dores crônicas associadas a condições osteodegenerativas; e Queixas de memória. Instagram: https://www.instagram.com/dr.daviwang/

Compartilhe:

Avatar do Autor

Davi Wei Ming Wang

Médico pela Universidade Federal de São Paulo. Residência em Clínica Médica na (Unifesp/EPM). Programa de Residência Médica, Pós na Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP): Programa de Residência em Geriatria, junto ao Departamento de Clínica Médica. Médico voluntário do Proter (Programa Terceira Idade do Departamento de Psiquiatria da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo). Médico assistente nos hospitais: Hospital Israelita Albert Einstein/ Hospital Sírio Libanês/ Associação Beneficente Síria - Hospital do Coração (HCOR). Atua com os seguintes temas: Promoção de saúde e envelhecimento saudável; Tratamento de dores crônicas associadas a condições osteodegenerativas; e Queixas de memória. Instagram: https://www.instagram.com/dr.daviwang/

Davi Wei Ming Wang escreveu 11 posts

Veja todos os posts de Davi Wei Ming Wang
Comentários

Os comentários dos leitores não refletem a opinião do Portal do Envelhecimento e Longeviver.

LinkedIn
Share
WhatsApp
Email

Descubra mais sobre Portal do Envelhecimento e Longeviver

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading