Alzheimer – o cotidiano da doença, e-book gratuito

Alzheimer – o cotidiano da doença, e-book gratuito

O e-book foi idealizado com a finalidade de informar, orientar e direcionar as ações de cuidado presentes no contexto da doença de Alzheimer, utilizando uma linguagem simples e objetiva.

com Ana Heloisa Arnaut e colaboradores (*)


Em meados de 2014, uma filha, então cuidadora de sua mãe diagnosticada com Alzheimer, posta na internet um vídeo em um momento de cuidados com ela. Esse vídeo viraliza, e de repente, muitas pessoas começam a procurá-la solicitando ajuda com seus entes queridos. Surge então o projeto Alzheimer – Minha Mãe Tem ANA´s. ANA´S, em homenagem à Dona Anna Izabel Arnaut, in memorian, e sua filha Ana Heloisa Arnaut, idealizadora do projeto. Este e-book, gratuito e online, é fruto do trabalho voluntário de muitos colaboradores desse projeto que há 7 anos vem contribuindo com famílias, cuidadores e profissionais na psicoeducação e orientação sobre como promover os melhores cuidados em cada momento da doença.

Escrito por várias mãos, carregadas de conhecimento e paixão pelo que fazem, o e-book aborda questões importantes da jornada da doença de Alzheimer, do envelhecimento considerado normal, passando pelo envelhecimento patológico, o diagnóstico da doença e as reflexões que surgem no processo de cuidar, até a terminalidade de vida. Além disso, relata um pouco das histórias de cuidado de alguns dos colaboradores, que também são ou foram cuidadores de seus entes queridos.

Em uma linguagem simples e didática o e-book visa orientar e direcionar as ações de cuidado presentes no contexto da doença de Alzheimer, mostrando que existem possibilidades de acolhimento, tratamento, cuidado, garantindo o respeito e a dignidade da pessoa a ser cuidada.

O e-book “Alzheimer – o cotidiano da doença” foi idealizado com a finalidade de informar, orientar e direcionar as ações de cuidado presentes no contexto da doença de Alzheimer, utilizando uma linguagem simples e objetiva. O e-book não pretende esgotar o assunto, mas, despertar o interesse dos leitores para as várias faces da doença, mostrando que existem possibilidades de acolhimento, tratamento, cuidado, garantindo o respeito e a dignidade da pessoa a ser cuidada.

Alzheimer

A Doença de Alzheimer vem ganhando destaque no contexto mundial representando mais de 60% do total de demências existentes, sendo a mais incidente em toda a população. Só no Brasil estima-se que exista um número um pouco maior do que 1,2 milhões de pessoas com demência, um número significativo em relação a outras doenças que podem acometer pessoas acima de 60 anos.

Estudos apontam que, com o advento da pandemia pelo novo coronavírus, os casos de demência possam ser ainda maiores do que as estimativas já publicadas.

Receba as últimas notícias!

Não perca nossas principais notícias e notícias que você precisa saber todos os dias em sua sua caiza de entrada.

Esse fato chama atenção não só do Estado pela busca de maiores e melhores políticas públicas de atenção a esse público crescente, como também, dos profissionais de saúde, que necessitam atualizar seus conhecimentos para proporcionar um melhor atendimento e acolhimento para a pessoa com Alzheimer, seus familiares e cuidadores.

Conscientizar e informar são os primeiros passos para aprender a lidar com a doença e todos os desafios que ela irá impor ao longo do tempo. Mas para isso, é necessário que essa informação seja facilitada e tenha uma linguagem acessível, transpondo barreiras que, muitas vezes, os termos técnicos impõem.

Muitos avanços nos estudos sobre a doença já ocorreram até aqui. O diagnóstico e sua classificação também passaram por modificações. Boa parte das informações ainda é coletada através de entrevista com o próprio paciente e com seus familiares promovendo, dessa forma, um tratamento individual de acordo com as necessidades da pessoa doente.

Novos tratamentos evoluem de forma significativa. A todo o momento novas informações são divulgadas, medicamentos tornam-se disponíveis nas redes de atenção à saúde, novos tratamentos não medicamentosos são inseridos na equipe multiprofissional, promovendo melhor qualidade de vida durante o percurso da doença.

Serviço
E-book “Alzheimer – o cotidiano da doença
Autoras: Ana Heloisa Arnaut, Simone de Cássia Freitas Manzaro e colaboradores
Edição: 2021
Baixe o e-book aqui

Foto destaque de cottonbro/Pexels

Atualizado às 15h07


Simone de Cássia Freitas Manzaro

Simone de Cássia Freitas Manzaro – Psicóloga formada pela Universidade Nove de Julho, Pós-graduada em Gerontologia. Aperfeiçoamento em Atenção Domiciliar. Capacitação em Saúde da Pessoa Idosa. Realiza atendimento psicológico de adultos e idosos e, de familiares e cuidadores de pessoas com Doença de Alzheimer e similares. Atuação voltada para o contexto do envelhecimento frágil. Possui experiência em Estimulação Cognitiva/Psicoestimulação para pessoas com Doença de Alzheimer e similares e, Estimulação Cognitiva/Psicoestimulação preventiva para grupos acima dos 50 anos. Realiza consultoria em Psicogerontologia; orientação e treinamento de familiares e cuidadores formais sobre o contexto da doença bem como, os manejos psicológicos, emocionais e comportamentais necessários, auxiliando-os a criar estratégias e atividades para lidar com a pessoa doente no cuidado diário, supervisionando treinamento prático. É voluntária na Associação Brasileira de Alzheimer - ABRAz-SP; membro colaborador dos sites Portal do Envelhecimento, Blog Recorda-me e Alzheimer- Minha Mãe tem. E-mail: [email protected]

Compartilhe:

Avatar do Autor

Simone de Cássia Freitas Manzaro

Simone de Cássia Freitas Manzaro – Psicóloga formada pela Universidade Nove de Julho, Pós-graduada em Gerontologia. Aperfeiçoamento em Atenção Domiciliar. Capacitação em Saúde da Pessoa Idosa. Realiza atendimento psicológico de adultos e idosos e, de familiares e cuidadores de pessoas com Doença de Alzheimer e similares. Atuação voltada para o contexto do envelhecimento frágil. Possui experiência em Estimulação Cognitiva/Psicoestimulação para pessoas com Doença de Alzheimer e similares e, Estimulação Cognitiva/Psicoestimulação preventiva para grupos acima dos 50 anos. Realiza consultoria em Psicogerontologia; orientação e treinamento de familiares e cuidadores formais sobre o contexto da doença bem como, os manejos psicológicos, emocionais e comportamentais necessários, auxiliando-os a criar estratégias e atividades para lidar com a pessoa doente no cuidado diário, supervisionando treinamento prático. É voluntária na Associação Brasileira de Alzheimer - ABRAz-SP; membro colaborador dos sites Portal do Envelhecimento, Blog Recorda-me e Alzheimer- Minha Mãe tem. E-mail: [email protected]

Simone de Cássia Freitas Manzaro escreveu 28 posts

Veja todos os posts de Simone de Cássia Freitas Manzaro
Comentários

Os comentários dos leitores não refletem a opinião do Portal do Envelhecimento e Longeviver.