A Gerontologia e a Década do Envelhecimento Saudável

A Gerontologia e a Década do Envelhecimento Saudável

No I Congresso Internacional de Gerontologia de Portugal profissionais e estudantes refletiram sobre os contributos da área para a Década do Envelhecimento Saudável


Você sabia que até 2050 haverá duas pessoas com mais de 65 anos para cada criança ou adolescente? É o que aponta a Organização Mundial da Saúde, fato que representa um acontecimento histórico e reflete a evolução da humanidade em relação à longevidade. Com base nessa evidência, a Organização das Nações Unidas lançou a Década do Envelhecimento Saudável [2020-2030] com o objetivo de proporcionar melhor qualidade de vida, dignidade e plenitude para os adultos mais velhos.

Com esse pressuposto em mente é que foi realizado o I Congresso Internacional de Gerontologia no dia 23 de março de 2023 e o VII Encontro Nacional de Estudantes de Gerontologia e Gerontólogos (VII ENEGG) no dia 24 de março, promovido pela Associação Nacional de Gerontólogos e presidida por Filipa Sousa Luz, em parceria com instituições do ensino superior. O evento aconteceu na Fundação Engenheiro António de Almeida, na cidade do Porto, Portugal.

O I Congresso Internacional de Gerontologia proporcionou o encontro de diversos profissionais e estudantes de Gerontologia, que se reuniram para refletir sobre os contributos da Gerontologia para a mudança na Década do Envelhecimento Saudável.

Baseado nos quatro pilares da Década do Envelhecimento Saudável [2020-2030], no primeiro dia, o evento teve como foco o domínio científico, reunindo especialistas na área do envelhecimento. Já no segundo dia, a intenção foi promover uma reflexão conjunta sobre a prática e a inovação em Gerontologia, reunindo Gerontólogos e outros profissionais com a comunidade estudantil.

Especialistas nacionais e internacionais

O evento tratou grandes temas da área da Gerontologia, entre eles destacam-se: A intervenção gerontológica para combater preconceitos; Comunidades amigas dos adultos mais velhos; Envelhecer da saúde ao social: uma visão integrativa e o Cuidar ao longo da vida: a humanização até o fim.

Os temas foram tratados por especialistas nacionais e internacionais de grande relevância na área do envelhecimento, como Alexandre Kalache, Presidente do International Longevity Center – Brasil e ex-diretor da World Health Organization; Constança Paúl, do Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar da Universidade do Porto, José Carreira, Presidente do Movimento Ibero Americano StopIdadismo; Millan Calenti, da Universidade da Corunha, Espanha; Eric Schoenmakers, da Fontys University, Países Baixos, e Birgit Pianosi, da Laurentian University, Canadá. Estes especialistas deram importantes contribuições ao I Congresso Internacional de Gerontologia.

Receba as últimas notícias!

Não perca nossas principais notícias e notícias que você precisa saber todos os dias em sua sua caiza de entrada.

Conforme almejado pelas entidades organizadoras, esse evento revelou caminhos para a inovação no envelhecimento, unindo a pesquisa e a intervenção para alcançar o envelhecimento saudável.

Destaque para a apresentação do Coro da Universidade Sénior Ser Mais, composto por pessoas idosas.

Na imagem, Alexandre Kalache, Presidente do International Longevity Center – Brasil e ex-diretor da World Health Organization; Professor José Carreira, Presidente do Movimento Ibero Americano StopIdadismo; Ricardo Bordon, Vice-presidente do Mov. StopIdadismo e Silvia Triboni, Secretária do Movimento StopIdadismo.

Fotos: arquivo pessoal


https://edicoes.portaldoenvelhecimento.com.br/novo/courses/fragilidades/

Silvia Triboni

Repórter, Advogada com MBA em Gestão Pública pela FGV, residente em Lisboa, Portugal, 64 anos. Criou o projeto Across the Seven Seas, cujo objetivo é o desenvolvimento do protagonismo sênior. É palestrante e membro da rede internacional Aging2.0. Faz parte da Consultoria Longevida, especializada na área do envelhecimento. Empreendedora, levou para a nação lusitana o curso brasileiro Repórter 60+ Portugal.

Compartilhe:

Avatar do Autor

Silvia Triboni

Repórter, Advogada com MBA em Gestão Pública pela FGV, residente em Lisboa, Portugal, 64 anos. Criou o projeto Across the Seven Seas, cujo objetivo é o desenvolvimento do protagonismo sênior. É palestrante e membro da rede internacional Aging2.0. Faz parte da Consultoria Longevida, especializada na área do envelhecimento. Empreendedora, levou para a nação lusitana o curso brasileiro Repórter 60+ Portugal.

Silvia Triboni escreveu 23 posts

Veja todos os posts de Silvia Triboni
Comentários

Os comentários dos leitores não refletem a opinião do Portal do Envelhecimento e Longeviver.

Descubra mais sobre Portal do Envelhecimento e Longeviver

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue lendo