Ícone do site Portal do Envelhecimento e Longeviver

Ensina-me a viver

Não tenho a pretensão de ser profundo como Maude e ensinar as pessoas a viver, mas aproveito o seu exemplo para discutirmos a importância da sexualidade em nossas vidas


Confesso que nunca assisti ao filme original de 1971, mas tive o privilégio de ir ao teatro ver Glória Menezes no papel de Maude, uma senhora de 79 anos entusiasmada com a vida, que se relaciona com Harold, um rapaz 60 anos mais jovem obcecado pela morte.

Lembrei-me recentemente de alguns diálogos desse casal aparentemente inusitado, os quais corroboram com nossas reflexões em relação à expressão e vivência da sexualidade pelas pessoas idosas e ao aprendizado de jovens com os mais velhos.

Por um lado, recordo que sexualidade é um conceito muito mais amplo do que o ato sexual. Envolve a maneira como nos relacionamos, expressamos, tocamos e somos tocados. E Maude é uma amostra disso: quase octogenária, tem desejos, prazeres, vontade de se relacionar e ensina Harold a viver o presente de maneira plena.

Por outro, nessa história o personagem de 20 anos sai profundamente impactado por tudo o que aprende com sua companheira, contemplando uma relação intergeracional digna de combater qualquer forma de idadismo.

Nesse contexto, resolvi aprofundar e divulgar esses conhecimentos em um novo curso sobre “Sexualidade e Envelhecimento”, o qual abordará em 12 aulas gravadas, as principais questões envolvendo a vivência da sexualidade por pessoas idosas, desde as construções socioculturais que envolvem o tema, passando pela abordagem das principais dificuldades enfrentadas por esse grupo etário, mesmo em casos de demências, de cuidados paliativos e em cenários de instituições de longa permanência

Assim, esta formação é endereçada a todas as pessoas que estejam interessadas em aprimorar seus conhecimentos nessa área. Profissionais da medicina, da psicologia, da enfermagem, do serviço social, da fisioterapia e também indivíduos interessados na sexualidade de pessoas idosas poderão se beneficiar dessas aulas.

Não tenho a pretensão de ser profundo como Maude e ensinar as pessoas a viver, mas aproveito o seu exemplo para discutirmos a importância da sexualidade em nossas vidas, independentemente da idade, do cenário e do contexto em que estivermos.

Recebe as últimas notícias!

Não perca nenhuma notícia, receba cada matéria diretamente no seu e-mail!

Por fim, convido os leitores do Portal do Envelhecimento para conhecerem mais sobre esse curso em meu site (www.miltoncrenitte.com.br) e para aproveitarem um cupom de 10% de desconto na contratação (PORTAL10).

Espero que gostem.

Um grande abraço.

Foto destaque de Gustavo Fring/pexels.


Milton Crenitte

Médico Geriatra, Doutor em ciências pela USP. Coordenador médico do ambulatório de sexualidade da pessoa idosa do HCFMUSP. Professor de curso de medicina da Universidade de São Caetano do Sul. Voluntário da ONG Eternamente SOU.

Sair da versão mobile