A osteoartrite e os cuidados de saúde preventivos

A osteoartrite e os cuidados de saúde preventivos

O profissional de saúde deve criar um plano eficaz de longo prazo para que o paciente possa conviver com osteoartrite com qualidade de vida.


Os cuidados de saúde de qualidade para os indivíduos, de maneira geral, incluem dois elementos fundamentais: tratamento adequado para a doença atual e cuidados preventivos adequados para tentar diminuir o declínio futuro da saúde. Os cuidados de saúde preventivos são um aspecto importante da prática médica, levando a melhorias significativas na saúde geral. Várias questões estão envolvidas na prestação de cuidados preventivos eficazes quando se fala de doenças crônicas, como a osteoartrite.

A osteoartrite é uma condição crônica que tem um resultado variável ao longo do tempo. Com o tempo, os sintomas podem melhorar, permanecer os mesmos ou piorar gradualmente, especialmente se os fatores contribuintes não forem devidamente modificados (principalmente aumento do peso corporal e desalinhamento da articulação). O tratamento pode ajudar a aliviar os sintomas, melhorar a capacidade de movimento e permitir que a pessoa permaneça ativa. O tratamento da osteoartrite inclui uma combinação de terapias não medicamentosas, terapia medicamentosa e, em alguns casos, cirurgia.

Por isso os profissionais da saúde precisam priorizar e decidir quais dos muitos serviços preventivos disponíveis devem ser recomendados e quais devem ser desencorajados para evitar danos causados ​​por testes ou intervenções inadequadas. Também devem encontrar uma maneira de fornecer serviços preventivos de forma eficiente no contexto de uma prática clínica movimentada.

É de grande importância a abordagem da prevenção e como priorizar os serviços preventivos. Também discutir, simplificar e resumir as recomendações de prevenção primária e triagem voltadas principalmente para adultos para conservação da reserva de saúde desde o início da idade adulta e proporcionar desta maneira o envelhecimento saudável.

Conviver com osteoartrite

A osteoartrite (OA) é uma condição dolorosa que pode afetar uma ou mais articulações. Envolve perda de cartilagem, geralmente acompanhada de inflamação leve e alterações no osso mais próximo da articulação, bem como fraqueza dos músculos ao redor da articulação. Isso resulta em dor, rigidez e dificuldade para mover facilmente a articulação.

No passado, a osteoartrite era considerada simplesmente um processo degenerativo de “desgaste” e, portanto, muitas vezes erroneamente chamada de doença articular degenerativa. No entanto, a patogênese da OA é muito mais complexa do que apenas desgaste e o termo “osteoartrite”, onde “-ite” é indicativo de um processo inflamatório, é realmente correto.

A osteoartrite é uma das principais causas de incapacidade em todo o mundo, principalmente devido a dor, o principal sintoma da doença. A magnitude da questão é evidenciada por dados da Previdência Social no Brasil, de maneira que representa cerca de 7,5% de todos os afastamentos do trabalho; representa a segunda doença entre aquelas que concedem auxílio-inicial, com 7,5% do total; é a segunda também em relação ao auxílio-doença com 10,5%; é a quarta responsável por determinar aposentadoria (6,2%).

Receba as últimas notícias!

Não perca nossas principais notícias e notícias que você precisa saber todos os dias em sua sua caiza de entrada.

Diferentes fatores podem contribuir para o desenvolvimento da osteoartrite, incluindo fatores genéticos, obesidade e lesões articulares. Embora seja mais comum em idosos, a osteoartrite não é uma parte inevitável do envelhecimento. Qualquer articulação pode ser afetada pela osteoartrite, mas ocorre com mais frequência nas mãos, joelhos, quadris e coluna.

O tratamento da osteoartrite é feito sob medida, baseado na gravidade da dor e rigidez, quais articulações são afetadas, quanta dificuldade o paciente está tendo com as atividades diárias e suas preferências. É importante para o profissional de saúde criar um plano eficaz de longo prazo para que o paciente possa conviver com osteoartrite de forma a maximizar a sua qualidade de vida.

Referências
Lane NE, Brandt K, Hawker G, et al. OARSI-FDA initiative: defining the disease state of osteoarthritis. Osteoarthritis Cartilage 2011; 19:478.

Van den Bosch MHJ, van Lent PLEM, van der Kraan PM. Identifying effector molecules, cells, and cytokines of innate immunity in OA. Osteoarthritis Cartilage 2020; 28:532.

Huang Z, Ding C, Li T, Yu SP. Current status and future prospects for disease modification in osteoarthritis. Rheumatology (Oxford) 2018; 57:iv108.

Centers for Disease Control and Prevention (CDC). Ten great public health achievements–United States, 1900-1999. MMWR Morb Mortal Wkly Rep 1999; 48:241.

Foto destaque Jacob Kelvin.J./pexels


https://edicoes.portaldoenvelhecimento.com.br/novo/courses/curso-gravado-sindromes-geriatricas/

Davi Wei Ming Wang

Médico pela Universidade Federal de São Paulo. Residência em Clínica Médica na (Unifesp/EPM). Programa de Residência Médica, Pós na Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP): Programa de Residência em Geriatria, junto ao Departamento de Clínica Médica. Médico voluntário do Proter (Programa Terceira Idade do Departamento de Psiquiatria da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo). Médico assistente nos hospitais: Hospital Israelita Albert Einstein/ Hospital Sírio Libanês/ Associação Beneficente Síria - Hospital do Coração (HCOR). Atua com os seguintes temas: Promoção de saúde e envelhecimento saudável; Tratamento de dores crônicas associadas a condições osteodegenerativas; e Queixas de memória. Instagram: https://www.instagram.com/dr.daviwang/

Compartilhe:

Avatar do Autor

Davi Wei Ming Wang

Médico pela Universidade Federal de São Paulo. Residência em Clínica Médica na (Unifesp/EPM). Programa de Residência Médica, Pós na Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP): Programa de Residência em Geriatria, junto ao Departamento de Clínica Médica. Médico voluntário do Proter (Programa Terceira Idade do Departamento de Psiquiatria da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo). Médico assistente nos hospitais: Hospital Israelita Albert Einstein/ Hospital Sírio Libanês/ Associação Beneficente Síria - Hospital do Coração (HCOR). Atua com os seguintes temas: Promoção de saúde e envelhecimento saudável; Tratamento de dores crônicas associadas a condições osteodegenerativas; e Queixas de memória. Instagram: https://www.instagram.com/dr.daviwang/

Davi Wei Ming Wang escreveu 9 posts

Veja todos os posts de Davi Wei Ming Wang
Comentários

Os comentários dos leitores não refletem a opinião do Portal do Envelhecimento e Longeviver.

Descubra mais sobre Portal do Envelhecimento e Longeviver

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue lendo